Disciplina e Resistência

Nos últimos dias tenho feito algumas reflexões importantes e avaliado todo o conhecimento que eu adquiri sobre investimentos nesses últimos 20 meses. A minha principal fonte de orientações é o livro do Benjamin Graham, intitulado 'O Investidor Inteligente' e continuo acreditando que ele transmite as informações mais seguras/inteligentes sobre como devemos nos comportar diante de cenários adversos.

O livro traz uma abordagem bastante sensata que divide o investidor em duas classes, o 'Defensivo' e o 'Empreendedor'.

A diferença básica entre as duas classes é que a Defensiva propõe uma abordagem mais passiva, que após selecionada uma carteira de investimentos, onde você precisa ser um investidor inteligente selecionando boas empresas, é mantido um regime de piloto automático com um bom afastamento do mercado, a expectativa com essa estratégia é obter resultado em linha com a média do mercado com o benefício de investir pouco tempo para administrar os investimentos.
A classe empreendedora consiste em investir mais tempo e energia para escolher ações melhores que a média e encontrar oportunidades que as outras pessoas vão deixar passar despercebidas, é esperado um retorno acima da média do mercado para justificar o tempo e energia adicionais utilizados nessa classe.

Dito isto eu espero me posicionar na classe dos investidores defensivos, controlar o nível de energia gasto com investimentos e conseguir resultados na média do mercado.

É importante ter consciência de onde estamos e onde queremos chegar, fiz o relato acima sobre a minha interpretação do livro para mergulhar no assunto do título do post! Disciplina e Resistência.
A última baixa do IBOV, foi a maior enfrentada por este investidor que vos escreve, até acredito que esta baixa deve ter sido café pequeno diante de outros acontecimentos análogos da história, mas já foi suficiente para eu observar o meu comportamento e de outros da blogosfera.

Na blogosfera percebi muita gente postando algumas coisas totalmente fora da estratégia bradada com toda força nos últimos meses, operações que eu esperava que nunca fossem ser realizadas por alguns blogueiros que eu acompanho, pois é, essa queda do mercado já conseguiu abalar as emoções.

Um ponto que me chamou bastante atenção, justamente por identificar de maneira muito forte que eu estava tendo o mesmo comportamento, foi o estado desesperado para fazer novas compras.

Oba! Tudo em promoção preciso comprar, comprar e comprar.

Mas analisando friamente minha capacidade de aporte não vai aumentar nesses próximos meses, eu não fiz reserva em RF para aproveitar uma queda mais brusca do IBOV e o mais importante para eu sentir uma diferença significativa no meu preço médio, mesmo com um patrimônio inferior a 80k eu precisaria fazer compras de no mínimo uns 50k.

Aporte de 50K? Totalmente fora da minha realidade, então porque eu vou gastar energia me preocupando com esse monte de baboseiras, que diferença vai fazer se eu comprar 15 ações de MDIA3 a 70 ou 68 reais?

Portanto vou manter o foco na disciplina, comprando as ações das empresas selecionadas com meu aporte mensal, faça chuva ou faça sol, a bolsa caia ou a bolsa suba e vou resistir a toda essa bobagem que para um investidor defensivo que se apoia na estratégia de preço médio e aporta pequenos valores mensalmente tem um impacto mínimo.

A verdade é que a maioria espera ficar rico da noite para o dia na bolsa, e que os comportamentos disparados pelos recentes acontecimentos sempre terão uma justificava que tem como principal resultado auto ludibriar e confortar nosso ego.

Eu definitivamente aprendi que vou precisar trabalhar vários anos e poupar para conseguir fornecer um bom nível de conforto para minha família e um futuro mais livre, e que eu não tenho as habilidades necessárias para pegar um atalho!
Disciplina e Resistência Disciplina e Resistência Reviewed by Surfista Calhorda on 12:30 PM Rating: 5

10 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Surfista Calhorda

      Concordo com totalmente todas as suas palavras!

      Eu pessoalmente com a minha pequena carteira incluindo 2 bancos e Eternit que desandou a cair logo depois que comprei, senti a queda recente do Ibovespa.

      Não é fácil ver o valor da carteira cair todo dia, e realmente começar a se descabelar e fazer preço médio não é para mim a melhor estratégia.

      Cada pessoa tem um jeito de investir, mas ao que parece somos os dois investidores defensivos, talvez em diferente grau.

      Assim como foi dito por você, o importante é manter o foco, o padrão de investir.

      Eu defini que o meu investimento médio em 2015 seria de R$ 1.000,00 por mês ou R$ 10.000,00 no ano. E vou seguir muito próximo a isto.

      Força pra nós, e perseverança nos investimentos!

      Excluir
    2. Investindo na Meta, obrigado pelo comentário.
      Realmente precisamos ter disciplina para manter o ritmo. Sempre em frente!

      Excluir
  2. Caro surfista: Fazer preço médio serve apenas para quem pretende fazer position trade.
    A grande sacada das quedas não é fazer preço médio, mas sim comprar mais ações de boas empresas com menos dinheiro.
    O preço médio não importa em nada.
    Já que não pretenda fazer gestão ativa.
    Continue comprando mensalmente boas empresas .
    O milagre da multiplicação , vem depois de um período de baixa na economia!
    Levaria alguns de acordo com a conjuntura econômica atual.
    A mágica acontece quando compramos boas empresas em períodos de baixo no mercado, comprando mais ações do que no período de bonança por preços mais cômodos para o pequeno investidor.
    Objetivo sempre foi investimento em valor: O preço médio só serve para apurar rentabilidade para venda posterior.
    Não deixe o psicológico abalar sua estratégia, investir em valor sempre foi diferente de fazer gestão ativa.
    Desconsidere qualquer coisa ruído abaixo de 5 anos e siga firme em sua estratégia.
    Se as variações bruscas de patrimônio vem lhe tirando o sono, aconselhável diversificar um pouco mais a fim de mitigar um pouco as oscilações na carteira.







    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MD, vou estudar o que é um position trade, por curiosidade mesmo. Mas a vibe é essa, fazer meu aporte mensal acontecer, faça chuva ou faça sol.

      Excluir
  3. A caminhada rumo ao primeiro milhão na bolsa leva mais de dez anos em média, Surfista. Serão muitos meses de aportes, para se poder ver um dividendo mensal de 10k ou mais.

    Após um primeiro momento positivo, é natural ficarmos empolgados e sonhar com ganhos rápiodos.

    Mas infelizmente, sempre aparecem quedas no mercado que tiram um pouco do sono e dqa tranquilidade do investidor.

    Vamos ter otimismo e esperar que essa crise dure uns 5 anos no máximos, depois disso há grandes chances de haver alta que coroe nossos esforços.


    Para se fazer muito dinheiro vamos levar uma década ou mais, mas vale a pena cada centavo investido, cada livro comprado para entender o mercado.

    Abs,

    Sultão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sultão, legal seu comentário. Estou consolidando essa visão de longo prazo no meu perfil de investidor, com toda certeza a poupança mensal vai me trazer liberdade.

      Excluir
  4. O seu comentário "Portanto vou manter o foco na disciplina, comprando as ações das empresas selecionadas com meu aporte mensal, faça chuva ou faça sol, a bolsa caia ou a bolsa suba" mostra que está no caminho certo.

    Acumular patrimônio exige boas escolhas, disciplina e paciência. Não existe atalho que leve ao sucesso e que não seja baseado nisso (a não ser os atalhos ilegais).

    Continue firme!

    ResponderExcluir

“Em tempos de embustes universais, dizer a verdade se torna um ato revolucionário.”
George Orwell

Tecnologia do Blogger.