A idade chega com força


O tempo é realmente voraz! Eu estou vivenciando de maneira prática o impacto do implacável tempo na frequência de lesões e nos períodos mais longos para recuperação, é incrível como nosso corpo perde capacidade, enfim entrei na fase do tiozão.

Uma lesão no tornozelo que vai e volta, dores nos ombros e dores nos joelhos... Agora não tem mais jeito, vou precisar me cuidar para continuar a jogar meu futebol e surfar nos finais de semana.

Já consultei uma ortopedista, raio x não detectou nenhuma alteração óssea e na próxima semana faço os exames de ressonância magnética. O resultado deve ser alguma medicação para tratar as inflamações, até o nome do remédio remete a geriatria, Artrosil, aliado a algumas sessões de fisioterapia e alguma atividade para fortalecer a musculatura.

Sobre o comentário da geriatria, não quero ofender ninguém, sou um completo ignorante em relação a medicina, só que o nome Artrosil me remete a algum remédio que meu avô deveria tomar.

Até alguns meses atrás eu me sentia jovem, mas na prática já não posso comer qualquer coisa, aquela promoção de combo do Bob's acaba com meu gás no surfe, meu organismo perdeu a capacidade de converter qualquer porcaria em energia. De verdade eu me achava jovem, estou na faixa dos 35 anos de idade, mas na prática acho que não sou mais tão jovem.

Tudo bem que após falar um pouco da minha rotina, a médica ortopedista disse que eu até que aguentei bastante tempo sem problemas. Mesmo sendo apenas no final de semana, as sessões de surf não duram menos de 3 horas e eu gosto de remar bastante, estou sempre buscando o melhor posicionamento, além do surf tem o futebol, modéstia à parte, mando bem no futebol e jogo uma partida completa de campo atuando em uma posição que necessita de bastante deslocamento.

Depois de ler sobre os meus problemas, você deve estar se perguntando: '- Que texto é esse? Não é um blog para falar sobre a jornada da IF?'

Sim caro visitante e leitor deste blog, o objetivo principal deste é falar sobre IF (Independência Financeira).

Toda a introdução sobre meus problemas físicos, é uma artimanha para engajar ainda mais os jovens a não abdicar do presente e aproveitarem muito bem o período que somos quase super-heróis.

Eu tive sorte, de aproveitar bem este período, realmente eu tiraria alguns excessos, mas eles fazem parte do aprendizado.

Infelizmente não tive um mentor para me ajudar com educação financeira, então aprendi no desespero sobre educação financeira e infelizmente também não aprendi a cuidar da minha saúde e agora vou ter que aprender na marra.

Pô, mas então como fica o lance de guardar grana e pensar no futuro?

Se esforce para não precisar escolher entre um e outro, comece a guardar dinheiro o quanto antes, mesmo que a quantia de aporte seja pequena, o tempo está a seu favor.

Não vou ser hipócrita por aqui, sei bem que uma grande parcela da população do Brasil vende o almoço para pagar a janta, eu, eu mesmo, já passei por um longo período vendendo o almoço para pagar a janta, mas este texto é para você que não está nesta situação, portanto o sacrifício pode ser mais controlado.

Converso muito com os novos profissionais da minha empresa, que começam a carreira com salários na faixa de R$ 3k, muitos deles não tem compromissos com despesas da casa, os pais geralmente dão todo o suporte, então essa molecada na faixa dos 22 anos pode começar guardando de 300~500 reais por mês e utilizar o restante da grana para aproveitar o presente.

Eu julgo este 'conselho' muito bom, afinal se a vida for longa, lá na frente, sem pressa, sem desespero, o individuo vai conseguir ter um qualquer para ter uma velhice digna, e se a vida for curta, por causa de algum infortúnio que estamos expostos todos os dias, não vai existir um arrependimento massacrante por não ter aproveitado a vida, por não ter vivido o presente.

Acreditem em mim, meus problemas físicos até podem ser precoces, tudo bem, tudo bem, rodei bastante tempo com o pneu murcho, porém posso garantir que é muito bom olhar para trás e saber que vivi muito bem, na medida do possível, até o presente momento.

Agora vou me cuidar mais para que daqui mais alguns anos eu possa ter a mesma sensação que estou tendo após escrever este post. #surfedepoisdos50

Estou saindo da fase do quase super-herói e estou entrando na fase do tiozão, o que me resta agora é  planejar e agir para garantir a fase do vovô com saúde, o tempo que passou não volta mais, não tem dinheiro que possa trazer o tempo de volta, pense nisso e encontre o seu ponto de equilíbrio.
A idade chega com força A idade chega com força Reviewed by Surfista Calhorda on 10:55 PM Rating: 5

19 comentários:

  1. Bacana seu relato, eu tb estou na mesma faixa de idade que a sua e sinto dores nos ombros e joelhos quando pratico esportes em excesso. Parei com o futebol de fim de semana, essa droga vicia e só serve pra se machucar. Tem gente que até morre por isso, com um infarto ou mal súbito, então é bom não praticar. Eu troquei a pelada pelo tênis, um esporte mais leve, com menos contato físico, mas igualmente desafiador e viciante. Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tênis é legal também, mas é mais difícil para encontrar adversários adequados para jogar. O futebol é realmente violento, machuca mais do que artes marciais.

      Excluir
  2. Bom saber que não estamos sós kkk
    A idade cobra seus ônus espero conseguir curtir o resto de saúde que me resta
    abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Soldado o lance é se cuidar, tenho amigos com mais de 50 anos que surfam muito melhor que eu, mas os caras se cuidam. Vou utilizar eles como exemplo.

      Excluir
  3. Estou nessa faixa de idade também.
    Mas penso de forma mais ampla sobre o tema. Não sou mais tão jovem, isso é fato e faz parte da vida, viver é envelhecer.
    Porém nem todo o jovem tem essa qualidade de vida e disposição toda, pelo contrário, tem muito jovem que não sabe o que fazer da vida, jovens instisfeitos com a profissão, aparência etc.
    Muitos jovens sedentários, que tem preguiça de ir até a esquina comprar alguma coisa.
    Enquanto ainda há muitas pessoas com 50, 60, 70 anos ativas, dispostas e com visão otimista sobre a vida.

    E outra acho que você está assim não somente pela idade, mas pela sua rotina e por esperar mais do que tlvez seu organismo possa dar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou assim pela falta de cuidado mesmo, eu poderia estar melhor. O meu ponto é que perdemos a capacidade de recuperação o metabolismo desacelera e tudo mais. Tenho amigos com mais de 50 anos que são mais saudáveis do que eu, mas precisa de cuidados adicionais.

      Excluir
  4. Estou agora pós 40a e chegou a fase de evitar de cometer excessos. Sempre trabalhei desde cedo, joguei muito videogame, vôlei e futebol ou estudei ao extremo de socialmente ficar isolado . Depois quis compensar, só me atraiu o que não presta. A saúde demorou anos para quase recuperar 100%.

    Saúde e vontade(recuperada após tratamento) é a base de levantarmos na vida.
    Por isso busco novos patamares. Escolha só os melhores amigos, evite "galera" e parentes tóxicos, apenas o melhor hobbie, a melhor parceira com calma aparecerá e tente ser melhor a cada dia que passa. Só minha sincera opinião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu comentário foi muito pertinente. Enquanto jovens muitas vezes temos essa vontade de pertencermos a um grupo, fazer muitos "amigos", conquistar muitas coisas etc.

      Com o tempo você vai vendo que muita coisa é "mais do mesmo" e que no fim das contas tentar agradar, se adequar etc pode na verdade se tornar sufocante.
      O ideal é saber o que se quer e não sacrificar a saúde física e/ou mental com bobagens.

      Excluir
    2. Senhores não existe fórmula mágica, estímulos diferentes produzem felicidade ou tristeza nas pessoas, precisamos sempre estar atentos para se aproximar do ponto de equilíbrio.

      Excluir
  5. Olá, surfista.

    É preciso tomar cuidado, sim, velho ou novo, da condição física. Inclusive, cada vez mais vemos jovens que fazem justamente o contrário: não utilizam suas capacidades físicas e, como consequência, se deterioram e têm problemas de coluna, sobrepeso, etc por conta, por exemplo, de focar demais no trabalho.

    Espero que você se recupere rápido destas dores!

    Abraços e seguimos em frente!

    Pinguim Investidor
    https://pinguiminvestidor.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pinguim já comecei um treinamento funcional para melhorar a minha capacidade atlética e também estou regulando a alimentação, não tem jeito mais cedo ou mais tarde precisamos ficar mais atentos com a nossa saúde, eu acho que estou começando com um bom nível de antecedência para atingir a melhor idade de maneira plena.

      Excluir
  6. Pois é cara, eu ainda custo a aceitar essa coisa chamada "tempo", uma coisa que eu gosto muito é dar um trato no carro, antigamente eu mesmo lavava, hoje em dia eu só passo aspirador na parte interna, não aguento mais lavar por fora, prefiro levar e dar uma ducha !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lavo meu carro uma vez por trimestre haha. Minha moto, geralmente é meu irmão que passa graxa na corrente, eu sou bem devagar com essas coisas.

      Excluir
  7. Nossa, 35 tá jovem ainda rapaz, menos drama, mais musculação. Abraços!

    ResponderExcluir
  8. São coisas que são muito estranhas e que te marcam. A criança que te chama de Tio, Primeiro cabelo branco, dor qd tu joga bola. ahahahah é complicado

    ResponderExcluir
  9. articulações - esse suplemento me ajudou: "Glucosamina Com Condroitina 30 Sachês Sabor Laranja" - da oficial farma

    to estudando esse método e parece promissor para lesões: https://www.amazon.com.br/M%C3%A9todo-Tb12-Tom-Brady/dp/8551002872

    abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. p.s.: esse estudo me inspirou
      https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1002/art.21415

      Excluir

“Em tempos de embustes universais, dizer a verdade se torna um ato revolucionário.”
George Orwell

Tecnologia do Blogger.