Patrimônio Financeiro Julho/2022 (R$ 625.460,62) ou 2,79%

 

Mais um passo no trabalho mensal de ter paciência.

A verdade é que eu já estou a vários anos andando de lado e eu tenho uma preocupação de não estar aportando regularmente, se eu tivesse mantido o ritmo nos aportes estaria com uma mola propulsora pronta para me arremessar para a Lua, em algum momento, ou não. Não dá para ter certeza, mas é fato que eu estaria aumentando minha probabilidade de sucesso.

O meu ano continua congestionado, negócios imobiliários travados, sem recursos para novos investimentos, mas aproveitando o tempo livre para curtir a criançada e fazer o que eu gosto... Não está ruim não e ainda bem que tenho outros assuntos para ocupar a cabeça, assim fica mais fácil ter paciência com os investimentos.

Segue a famigerada planilha de cotas (voltei a ficar positivo no ano):



Patrimônio Financeiro Julho/2022 (R$ 625.460,62) ou 2,79% Patrimônio Financeiro Julho/2022 (R$ 625.460,62) ou 2,79% Reviewed by Surfista Calhorda on 8:03 AM Rating: 5

8 comentários:

  1. Olá, mas os dividendos são reinvestidos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, sempre utilizo os dividendos para comprar novos ativos.

      Excluir
  2. Surfista, estar no positivo no acumulado do ano já pode ser considerado como uma conquista, dado o contexto no qual estamos inseridos.

    Abraço.
    https://engenheirotardio.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Pois é Surfista... penso constantemente nisso também. Na teoria aprendemos que no longo prazo a RV compensa...mas ao mesmo tempo sabemos que resultados passados não são garantias de resultados futuros. Daí sempre fica aquela dúvida no subconsciente se a estratégia vai dar resultado no longo prazo ou se estamos jogando nosso suado dinheirinho no lixo. Estou controlando o emocional e mantendo o plano original de manter a alocação entre os ativos, independente do mercado. Mas é triste saber que se eu tivesse investido 100%RF estaria com um patrimônio muito maior que hoje com uma carteira super diversificada e estudada...
    Foda...
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VVI você falou uma baita verdade, mas eu penso que a nossa parte é aumentar a probabilidade das coisas darem certo (sempre existe risco), e o que estaria ao meu alcance são os aportes e a diversificação. Eu acabei tomando uma decisão de priorizar um gasto para ampliar o nível de conforto da minha família nos últimos anos e por isso acabei com uma capacidade limitada de fazer aportes e olhando com cuidado é um período bem ruim para deixar de aportar...

      Excluir
  4. Surfista,

    É sempre tentador olharmos para o passado e pensar "e se eu tivesse feito...", mas a realidade é que não podemos mudar o passado. Agora lhe faço uma pergunta: você já parou um momento para refletir onde você está financeiramente? Já se comparou com o resto das pessoas ao seu redor?

    Você tem um bom patrimônio e está a frente da maioria das pessoas ao seu redor. A rentabilidade poderia ser melhor e você poderia ter guardado mais? Sim, mas pelo menos você escolheu fazer alguma coisa nesses anos todos, muitos ao nosso redor escolheram gastar tudo e deixar o futuro a própria sorte.

    Abraços,
    Pi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poupador do Interior concordo em gênero, número e grau. Fazer alguma coisa é muito melhor do que não fazer nada. Seguimos na caminhada, obrigado pela mensagem.

      Excluir

“Em tempos de embustes universais, dizer a verdade se torna um ato revolucionário.”
George Orwell

Tecnologia do Blogger.