Top Ad unit 728 × 90

Como chegar a 2 milhões no piloto automático, eu estou quase lá!

Um assunto que em 2015 chamou minha atenção pelos resultados, foi a geração de renda passiva do meu patrimônio, fechei 2015 com uma média mensal de R$ 414,62.

Fazendo uma conta de padaria (entendedores entenderão):

PMT = 414,62
i = 0,9
n = 360 (30 anos)
FV = PMT(1+ i){ [- 1+(1+i)^n ] / i } = 1.113.262,15

Isso mesmo 1 milhão e 300 mil reais. Portanto utilizando um cenário teórico de aportes mensais de R$ 414,62, durante 30 anos, com uma estimativa de taxa de 0,9% ao mês eu chegaria a um patrimônio superior a 1 milhão de reais. E nessa conta não considerei o patrimônio que já possuo acumulado, a simulação começa com 0 (zero) de patrimônio.

Só a constatação teórica acima já serve para validar o esforço empenhado nos últimos 2 anos para acumular patrimônio.

Outro fato interessante foi a comparação ano contra ano onde a geração de renda passiva cresceu 153%, em 2014 fiz uma média mensal de R$ 164,03 e em 2015 esse valor subiu para R$ 414,62, para 2016 quero chegar nos R$ 800,00.. Ah R$ 800,00 esse é com certeza o objetivo principal para 2016.

Dissecando um pouco a origem desses valores em 2015:

R$ 485,73 Venda coberta.
O ano foi bem ruim para venda coberta, com a queda nas cotações minha estratégia impede que eu corra riscos negociando papeis que foram encarteirados em 2014 e inclusive alguns de 2015. Para 2016 também não tenho muitas expectativas, inclusive meu plano é fazer um valor menor, estou projetando algo em torno de R$ 300,00 de receitas em 2016 com a famigerada venda coberta.

R$ 1318,38 Proventos FII.
Os FII’s tem o poder mágico de produzir fluxo de caixa em temperatura e pressão controladas, para 2016 minha expectativa é ultrapassar o valor anual de R$ 3000,00 de proventos recebidos dos FII’s. 

R$ 3171,46 Proventos Ações (JCP, Dividendos e Bonificações)
Um Yeld de 5,4% em relação ao patrimônio total de ações no final de 2015, esse foi um resultado que ficou acima das minhas expectativas, mesmo com a queda generalizada nas cotações o que melhora o Dividend Yeld, eu havia vislumbrado um impacto grande com o fracasso que foram os proventos da Vale e da Cemig, para essa classe de proventos eu definitivamente não sei o que esperar, mas projetei algo em torno de R$ 6300,00 em 2016, uma projeção bem ousada por sinal.

Minha previsão para 2016 é chegar a R$ 800,00 de média mensal, ou seja R$ 9600,00 no ano, atualizando a simulação teórica do começo do post, segue abaixo a justificativa do título:

PMT = 800,00
i = 0,9
n = 348 (29 anos)
FV = PMT(1+ i){ [- 1+(1+i)^n ] / i } = 1.920.080,54

Uau! Quase 2 milhões! É importante observar que nesta simulação reduzi um ano no período e ela retrata um cenário onde eu começaria novamente com 0 (zero) de patrimônio. Eis o milagre dos juros compostos que espero ser agraciado no longo no prazo!

Que venha 2016, 2017 ... 2035, vou continuar focado no meu trabalho e nos meus aportes mensais, na pior das hipóteses vou conseguir uma aposentadoria tranquila o que não é nada mal!

Obs.: Não possuo nenhuma formação relacionada ao mercado financeiro e em hipótese alguma tenho o objetivo de recomendar aportes em algum tipo de ativo. O objetivo do post é apenas apresentar os resultados alcançados, resultados esses que sem sombra de dúvidas seriam bem melhores caso a carteira tivesse sido comandada por um profissional.
Como chegar a 2 milhões no piloto automático, eu estou quase lá! Reviewed by Surfista Calhorda on 6:00 AM Rating: 5

40 comentários:

  1. A forca dos juros compostos e realmente extraordinaria.

    O fator tempo e o que mais prejudica a maior parte de quem investe, pois falta paciencia para esperar a bola de neve crescer.

    Quando colocamos na ponta do lapis estes numeros, ficamos realmente surpresos.

    Ps.: Renda passiva de 800 e excelente, otimo objetivo.

    Abraco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu pelo comentário BVC, pois é 2016 quero chegar numa média de R$800,00. Meu negócio é fazer poupança na bolsa e esperar pela ajuda do tempo.

      Excluir
  2. Parabéns pelo resultado, estou bem próximo a ti. Fechei 2014 com R$244.29 e 2015 com 468.88 de renda passiva por mês, e pretendo passar dos 800 e quem sabe dos 880(salario mínimo) esse ano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anom torço para que seus objetivos futuros sejam alcançados e parabéns pelo caminho trilhado até aqui. Devagar e sempre.

      Excluir
  3. Esqueceu só de descontar a inflação, pois 0,9% a.m. ao longo de 30 anos acima da inflação é praticamente impossível....

    Afinal, se você não descontar a inflação, esses 1.1 milhão vão valer o que? Uns 300 mil em dinheiros atuais?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anom nesse caso eu prefiro corrigir os aportes anualmente pela inflação, acho que já ajuda a não ficar tão para trás, mas a ideia era fazer a conta da maneira mais simples possível para apresentar a força dos juros compostos.

      Excluir
  4. Nao querendo desanimar nem nada... mas a questão é: quanto valerá 1,3 milhão em 30 anos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas isso não desanima não, se colocar 400 reais a mais nos aportes, ou seja 1200, o valor acumulado passa dos 3,2 MM. Se colocar o aporte mensal nos 2000 o valor passa dos 5MM. A ideia principal é mostrar a força dos juros compostos, e não é tão difícil corrigir os aportes pela inflação.

      Excluir
  5. Rapaziada gosta de criticar. Certeza que os críticos não observaram que o valor base manteve-se no cálculo. E, certeza, que esse valor será corrigido no tempo. Ou acham que o cara em 30 anos vai continuar com 800.
    Tenha paciência. E olha que o blogueiro informou "conta de padaria".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Impressionante! E bem observado, Anônimo!

      Excluir
    2. Anom você entendeu, o grande problema é que as pessoas criam muita complexidade, se você corrigir o aporte anualmente pela inflação isso já faz um ajuste legal no valor acumulado. O grande objetivo do post é mostrar que o tempo joga muito do nosso lado e melhor do que ter fórmulas complexas é criar o hábito de todo mês colocar um trocado nos ativos da carteira.

      Excluir
    3. "O grande objetivo do post é mostrar que o tempo joga muito do nosso lado e melhor do que ter fórmulas complexas é criar o hábito de todo mês colocar um trocado nos ativos da carteira."

      Poupar e investir, poupar e investir.. esse é o ciclo!
      Parabéns pelo post! Continha de padaria animadora

      Excluir
  6. Boas,

    Nossa ...fiquei impressionado com esse pensamento.
    Tomará que alcance os R$800,00 de média

    Muito bom :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. IM pensa comigo, os 800 reais vão cair sem eu fazer nada, somando isso ao meu aporte mensal o negócio fica melhor ainda, como eu tenho s visão de longo prazo tenho bons motivos para estar confiante.
      Valeu pela visita.

      Excluir
  7. É isso mesmo .. juros compostos fazem mágica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que me deixa otimista é que a ideia é fechar 2016 com 800 moedas pingando na conta da corretora sem eu fazer nada, somando a esse valor meus aportes de dinheiro novo o negócio fica melhor ainda.

      Excluir
  8. Vale já tá chegando na bacia das almas, tive que aportar um pouco nela, rs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uó todo mês tenho comprado 100 reais no investimento automático da Rico, mas pelo andar da carroagem logo logo minha alocação vai mandar aportar nela.

      Excluir
    2. Eu não tenho problemas em ed esperar uns 10 anos para o próximo ciclo do minério de ferro.

      Excluir
    3. "Eu não tenho problemas em ed esperar uns 10 anos para o próximo ciclo do minério de ferro"
      Quais são as garantias? Esta espera não passa de uma aposta.

      Excluir
    4. Se a aposta não der certo, eu tenho outros 9 ativos na carteira de ações, alguns FII's e meus aportes mensais, prefiro me preocupar em continuar trabalhando, vejo a minha independência financeira bem longe, mas o que vai me levar a ela é a minha capacidade de produzir valor e de controlar meu orçamento para não criar hábitos de consumo desnecessários.
      O resto é tudo aposta mesmo, não consigo nem dizer se vou estar vivo daqui a 10 anos, então posso dizer que estou apostando que a Vale vai melhorar, que eu vou estar vivo, que eu vou me manter empregado para continuar aportando... Enfim é bom ter uma gestão de riscos, mas na vida tudo é aposta a única certeza é a morte.

      Excluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Dividendos já são corrigidos pela inflação, galerinha! Vamos botar a cabecinha pra funcionar e tentar fazer melhor antes de jogar areia nos planos dos outros.

    Surfista, eu comentei no seu blog apenas uma vez, logo no começo, e disse que tinha um patrimônio e meta de aportes mensais iguais aos seus. Pois bem, no post anterior eu vi que você pretende diminuir os aportes em prol de ter mais sossego no dia-a-dia, porém, diante do fato de que acabei portando mais, hj tenho por volta de 170 mil de patrimônio. Como tb apostei minhas fichas na renda variável e o ano foi igualmente ruim para mim (sou um péssimo investidor), só posso chegar a conclusão de que os aportes foram decisivos nessa diferença entre as nossas carteiras (minha e sua). Logo, te aconselho, humildemente, a manter os aportes - eles são o diferencial durante essa fase inicial de acúmulo de patrimônio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anom com toda certeza o aporte é muito important, o cara aporta 500 reais por mês e tem um rendimento anual de 20% assim fecha o ano com R$7.200,00 O outro que aportou 1000 por mês e teve um rendimento negativo de -10%, termina o ano com R$ 10800,00, economizar e aumentar o aporte é mais importante que uma taxa boa.
      Sobre minha redução dos aportes é difícil ser ministro da fazenda aqui em casa eu ainda estou tentando encontrar meu ponto de equilíbrio, acho que assim vou ter mais chances de manter o hábito de aportar mensalmente até o final da vida.

      Excluir
  11. Grande surfista, esse foi um belo post motivacional.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa conta a cada ano vai ficar melhor, e a realidade é que esse rendimento passivo reaplicado ainda vai ter o apoio do dinheiro novo dos aportes.

      Excluir
  12. Boa sorte surfista, torcer para que consiga esses 800 mensais ai!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dividendos pelo visto não vai ser difícil chegar nos R$ 800,00 com as ações sendo negociadas a preços tão baixos acho que facilita minha tarefa.
      Valeu pela força.

      Excluir
  13. Surfista,

    Gostei muito dessas contas de padeiro! É incrível a força dos juros compostos. Tudo isso sem considerar patrimônio inicial nem os aportes adicionais. Incrível!!!!!!!!!

    Abraço e parabéns pela simulação. Já posso te considerar milionário? Kkkkk.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É justamente esse o meu pensamento, com o aporte de dinheiro novo mais a renda passiva do patrimônio a brincadeira começa a ficar muito legal. É lógico que nada é garantido, mas acho que a probabilidade de que a estratégia funcione permite que eu fique otimista.

      Excluir
  14. É muito bom poder saber que os investimentos se realimentando conseguem fazer acontecer mesmo sem os aportes.

    Com os aportes então aí é pegar a via expressa.

    Forte abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Excelente definição 'Os investimentos se realimentando conseguem fazer acontecer mesmo sem os aportes, com os aportes pegamos a via expressa'.
      Essa frase eu vou ter que falar no buteco kkk
      Valeu pelo comentário.

      Excluir
  15. Parabéns é assim que penso. O camarada compra um carro que todo dia a cotação só cai; o carro todo mês exige dele um “aluguel” (gasolina, lavar, manutenção etc); no início do ano o carro exige um aporte de 4% do seu preço que só deprecia. Apesar disso, o cidadão não vê a hora de comprar um carro mais caro, que vai gerar mais despesas mensais. Agora, as cotas FIIs que dão renda passiva atravessa uma turbulência e o camarada já entrega os pontos. Faça me o favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PC é por aí mesmo, infelizmente grande parte das pessoas pensam assim mesmo, acumulam passivos que geram dispêndios anuais constantes e na primeira queda dos seus ativos já entra na paranoia para se desfazer de tudo. Esse ano vou atingir a meta de R$ 9600,00 ao ano de renda passiva e tenho a impressão que essa queda na contação dos FIIs e das ações na verdade irão me ajudar.

      Excluir
  16. Olá surfista, nesse momento de queda generalizada das cotações das ações. Só mesmo o aumento da renda passiva para motivar a continuar aportando. Abraço e feliz 2016.

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. Olá Surfista! Após vários anos na blogosfera de finanças resolvi abrir meu próprio blog também. Vou passar sempre por aqui e contribuir na discussão. Te coloquei nos meus links no meu blog. Abraço.
    frugalsimple.wordpress.com

    ResponderExcluir

“Em tempos de embustes universais, dizer a verdade se torna um ato revolucionário.”
George Orwell

All Rights Reserved by Ele não surfa nada! © 2014 - 2015
Share by GFXFree.Net

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.