Patrimônio Financeiro jul/18 (R$ 371.500,80) ou +3,85%


Esse mês eu havia previsto um aporte menor, pois planejei uma viagem com a família, mas o santo cartão de crédito (quando bem utilizado ele ajuda sim!) empurrou a dívida para o próximo mês. O desafio agora é garantir um aporte acima de 2k em agosto, para manter firme a iniciativa de aportar acima do planejado por causa da baixa rentabilidade do ano.

Esse mês a rentabilidade veio muito boa, sem vender imóveis, sem nada atípico meu patrimônio cresceu 3,85% ou R$ 13.788,25, uma alta de 13,8k no patrimônio é algo bem interessante, isso valida o padrão 'bola de neve' agora tanto pra cima, quanto pra baixo os valores são bem vultuosos para o meu padrão.

Tive uma conversa super positiva com o Bruno Alvarenga (um leitor do meu blog), sobre o meu calculo de rentabilidade mensal, sei que na blogosfera tem muita gente fera em matemática, gostaria de compartilhar meu racional para ver se ele está errado, vamos lá!

*[Update] Para não ficar a impressão que o Bruno apresentou algo errado pra mim, na verdade eu não consegui explicar minha dúvida para ele, mas a troca de mensagens me trouxe alguns questionamentos interessantes. Valeu Bruno pela participação.

Utilizando a HP12C, tenho os seguintes parâmetros:
FV = 371.500,80 (Future Value)
n = 55 (Períodos)
PMT = 4205,80 (Valor médio dos meus aportes)

Com esses parâmetros o resultado de i é 1,6%, onde i é a taxa de juros mensal.

Qual a leitura que eu faço dessa conta.
Aportando R$ 4205,80 por mês, durante 55 meses a uma taxa de juros mensal de 1,6% o meu patrimônio após os 55 meses será de R$ 371.500,80.

Por esse motivo eu considero que minha rentabilidade mensal é de ~1,6%, pois preciso considerar que tem dinheiro novo entrando todo mês, por causa dos aportes.

A minha dúvida. Existe algum erro de conceito que eu preciso ajustar na conta acima? Se alguém puder ajudar, fico muito grato.

Para finalizar segue a planilha de cotas, que a cada mês me deixa mais feliz!


Patrimônio Financeiro jul/18 (R$ 371.500,80) ou +3,85% Patrimônio Financeiro jul/18 (R$ 371.500,80) ou +3,85% Reviewed by Surfista Calhorda on 12:27 PM Rating: 5

31 comentários:

  1. Bela rentabilidade!! Parabéns!!

    Seu cálculo está correto.

    Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Galo! A meta é fechar o ano rompendo a barreira dos 400k.

      Excluir
  2. Cara, o calccál está correto. Mas voce está considerando uma média dos aportes, e isso está errado. Considero mais correto usar a TIR. Você vai ter a mesma informação, mas para aportes de valores variáveis. Ou seja, quanto cada aporte seu rendeu em media. Dá uma olhada na funcfu xtir de Excel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dei uma olhada rápida como calcular a TIR, mas vou precisar dispender mais tempo para estudar o tema, valeu pela indicação Anom.

      Excluir
    2. Oi, Surfista. Aqui é o Bruno novamente. O comentãrio anonimo não é meu, mas a idéia do colega está correta. Considerar a média dos aportes não é correta. Isso pq, em uma capitalização composta, os primeiros aportes vão receber um peso muito maior do que os últimos. Os primeiros aportes vão ter incidencia de maios juros do que os ultimos ao longo de todo o tempo. Entendeu (interrogacao. Estou em um teclado estranho, hehe). De qualquer forma, acho que abrimos uma boa e esclarecedora discussao aqui.

      Se quiser, me manda por email (bralvarenga@gmail.com) essa parte da sua planilha que tento fazer os calculos. Mas acho que ainda tem uma primeira linha antes dessa do post aí, certo (interrogacao).

      Excluir
    3. Bruno é sim uma boa discussão muito obrigado por trazer o assunto.
      A dificuldade inicial que eu enfrentei com a TIR é que os primeiros fluxos de caixa são sempre negativos, pois considero o aporte como um custo e a rentabilidade que seria o retorno do investimento.
      Considerar os aportes como custo, ou seja valores negativos e a rentabilidade auferida como vamos positivos para fechar o fluxo de caixa do período está correto?

      Excluir
    4. Surfista,
      Entendo que o correto é considerar somente os aportes (dinheiro novo). As rentabilidades e renda passiva faz parte do investimento. Depois no final do período você simula um saque com marcação à mercado (este valor terá sinal invertido em relação aos depósitos).
      exemplo:
      aporte no mês 1: 3.000
      aporte no mês 2: 2.000
      aporte no mês 3: 1.500
      aporte no mês 4: 3.000
      "saque" no mês 5: -11000
      TIR: 6% (equivalente à taxa mensalizada).
      abraço

      Excluir
    5. Muito obrigado pelo ajuda. Sua didática foi constrangedora, como diz o velho ditado. "Para quem sabe é fácil, para quem não sabe é difícil" Agora eu sei como fazer, assim que chegar em casa vou verificar o resultado.

      Excluir
    6. Janota fiz a conta e o valor caiu para 1,52%.
      Obrigado por ajudar.

      Excluir
    7. Isso, Surfista. Fiz a conta do seu fluxo por meio de cálculo de TIR e deu isso aí mesmo.

      Agora estou quebrando a cabeça para tentar entender a diferença daquele valor q tinha calculado antes...

      Excluir
    8. Valeu Surfista!
      Tamo Junto!
      Abraço!

      Excluir
    9. @Bruno, tranquilo a discussão foi muito boa, aprendi algo novo.
      @Janota muito obrigado novamente.

      Excluir
  3. Olá surfista parabéns pelo patrimônio. sigo te acompanhando..abraço.

    ResponderExcluir
  4. Olá Surfista!
    Concordo com o anônimo de cima, não dá pra usar media. Tem que fazer o cálculo com tir a partir do fluxo de caixa. Vc tem todos os dados aí.
    Achei esse site que ensina a usar a função no excel http://calculadorajuroscompostos.com.br/como-calcular-vpl-e-tir-no-excel/

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Janota muito obrigado pela referência, eu realmente vou precisar investir um pouco de tempo para entender os conceitos.
      Fiz uma primeira análise básica e considerando os aportes como um custo, meu fluxo de caixa fica negativo por longos meses, preciso entender como modelar essa situação para utilizar a fórmula.

      Excluir
  5. Estou com uma duvida, não sei se esse é o lugar adequado..
    Caso eu deseje calcular a rentabilidade anual das minhas ações, eu deveria fazer isso somando a variação do meu preço médio do início do ano + DY + JCP ?
    Não que isso vá influenciar na tomada de decisão, mas quero saber, pra poder saber o peso que cada classe de ativo está tendo na minha carteira.

    Exemplo: Tenho alguns Fiis na minha carteira que estão com DYem torno de 9%.
    Tambem adquiri um título privado pagando IPCA+7,5%, num cenário que as cotas do fii se valorizarem próximo ao IPCA, a rentabilidade em fiis estaria sendo maior do que a dos títulos privados.
    Tem algum erro nesse raciocínio? Só quero entender, não vou deixar de investir em um ou outro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Léo,
      Existem varias formas de levar os dividendos e JSCP em conta eu uso simplesmente o dividend yield e comparo com a taxa nominal de outros investimentos. Mas sempre busco ações com histórico de pagamento de dividendos.
      Quanto a comparar FIIs com renda fixa sugiro o artigo que escrevi há um tempo.
      https://janotainvestidor.blogspot.com/2018/01/rentabilizando-em-fiis-com-subida-da.html?m=1
      Sucesso!

      Excluir
    2. Léo acho que o seu racional faz sentido sim.
      Eu tenho ido na direção de simplificar o acompanhamento, então não estou tão interessado em ter dados detalhados da minha carteira como eu estava no inicio da jornada, tenho direcionado meus esforços para resolução de outros problemas.
      Valeu pelo comentário.

      Excluir
  6. Mês surpreendente para o mercado brasileiro, jurava que com o fim da Copa e a proximidade das eleições estaríamos comendo o pão q o diabo amaçou até o próximo presidente assumir.... mais uma vez provando q eu não entendo nada de economia!rs Foi um mês bem positivo p toda finansfera, espero que continue assim!

    Sr. IF365

    Blog do Sr.IF365 | Acompanhe meus últimos 365 dias antes da IF e Aposentadoria Antecipada
    www.srif365.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Sr.IF365, apesar do bom mês, minha expectativa continuar bem baixa, mesmo com todos os problemas.

      Excluir
  7. Melhor usar as projeções de caixas. Coloco no Excel, considerando os JC e uma rentabilidade média de 0,8%. Isso me ajuda a compensar as quedas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rato eu fiz a conta no Excel considerando o valor preciso de aporte a cada mês, só que aí fiz um 'atingir meta' para chegar na taxa de juros média que gerou meu patrimônio atual o resultado foi bem similar a conta simples da HP12C.
      A priori as diferenças dos meus aportes ao longo desses 55 períodos não causam uma distorção muito grande na taxa média de rentabilidade.

      Excluir
  8. Baita post, abs!

    Cara, tu não anda de kite também? É realmente muito legal também!

    Abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Investidor da Vida, nunca andei, mas assim que tiver oportunidade vou experimentar.
      Tenho bastante coisa para fazer nessa vida ainda.
      Valeu pelo comentário.

      Excluir
  9. Você me inspirou a dar inicio a minha jornada para tranquilidade financeira. Já faz mais de um ano que sigo, mas nunca comentei por não saber utilizar a plataforma direito. Agora fiz meu blog, e aos poucos vou tentar passar o conhecimento da mesma forma que você faz por nós.

    Te adicionei no meu blogroll

    Abraços..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O nome do usuário ficou nota 10! Minha meta e sabasánunca mais, e trabalho depois das 18h so às vezes kkk

      Excluir
  10. Parabéns pela rentabilidade e pela disciplina! Já já vai romper os 400k!

    Abraços!

    https://buscandorendapassiva.wordpress.com/

    ResponderExcluir

“Em tempos de embustes universais, dizer a verdade se torna um ato revolucionário.”
George Orwell

Tecnologia do Blogger.